A luz 110 de Henri Cartier-Bresson

Na sociedade das imagens, na saciedade das imagens, no tempo do bombardeamento de imagens, algumas há que não se desvanecem, em segundos, na memória.

As de Henri Cartier-Bresson, por exemplo, cuja mãe o deu à luz (e a luz é fundamental na fotografia) há precisamente 110 anos.